Como está a filosofia na escola?

por Joaquim Marques
1046 visualizações

No ” Dia Mundial da Filosofia” pedimos à Professora Isabel Martins, coordenadora desta Disciplina na Arco-íris, umas palavras referentes ao evento.
E esta foi a sua resposta:

A Filosofia na Escola depara-se hoje com as mesmas dificuldades com que se depara a sociedade em geral. Se é difícil hoje ensinar Filosofia, garanto-vos que, para qualquer professor de Filosofia, é ainda mais difícil confrontarmo-nos com aqueles que rejeitam uma vivência filosófica, que optam por viver presos a preconceitos seguindo o que lhes dizem sem qualquer reflexão crítica, sem se questionarem, e pior ainda, sem pautarem a sua existência por valores éticos fundamentais. Em Portugal, como provavelmente em muitos países, a Filosofia está a ocupar, cada vez mais, um papel secundário na vida dos estudantes, e não é preciso muito para nos apercebermos das razões subjacentes a essa tendência. A sociedade está demasiado focada em orientar os jovens para o progresso tecnológico, para o sucesso imediato e para o lucro, enfim, para tudo o que lhes possa parecer aprazível. A Filosofia não será a melhor aliada para reforçar essa tendência quando nos obriga a parar para pensar e a questionar acerca das consequências das nossas escolhas. Não há tempo para pensar nem para discutir assuntos que não tenham diretamente a ver connosco. Para além disso, os jovens não conhecem filósofos – apesar das muitas universidades pelo mundo que os formam e dos artigos que estes produzem anualmente – como conhecem youtubers. Ao contrário dos países com melhores sistemas de ensino, como a tão falada Finlândia ou Japão, aqui não se entende que é a qualidade do professor que influencia a aprendizagem e por isso não se aposta tanto na formação e no apoio aos professores. O nosso ensino está totalmente centrado nos alunos, mas não no bom sentido… Contudo, existem em Portugal muitos bons alunos a Filosofia, alunos que compreendem a razão de ser e a importância da Filosofia. São estes que encorajam os seus professores a prosseguir e a ensinar com paixão esta disciplina milenar. 

A coordenadora da disciplina de Filosofia, Isabel de Matos Martins

Foto de Giammarco Boscaro no Unsplash

Related Posts

Este site usa cookies para melhorar a tua experiência. Esperamos que não tenhas problema com isso, podes sempre fazer opt-out. Aceitar Ler mais

Privacidade & Política de Cookies