Porquê ler? Diário de um Adolescente na Lisboa de 1910, de Alice Vieira

por Biblioteca
497 visualizações

O livro que escolhi falar é Diário de um Adolescente na Lisboa de 1910, de Alice Vieira.

Este é o diário de um jovem de catorze anos, José Joaquim, que reside em Lisboa, durante o ano de 1910. Quando o pai lhe ofereceu um diário no seu décimo-quarto aniversário (15 de janeiro de 1910), José Joaquim começou a escrever como era a sua Vida em casa; o que passou e sentiu no regicídio (quando tinha doze anos); o que sentia por ter pai republicano, mãe feminista e avó monárquica; até chegar à sua última entrada no diário (9 de outubro de 1910), onde relata o 5 de outubro e a Implantação da República.

Na verdade, considero este livro bastante interessante, porque informou-me mais sobre esta época e dá-nos a ideia de como se vivia nessa altura – os costumes, os preconceitos que existiam (e os que ainda hoje se mantêm), a maneira de pensar, … Para além disso, Alice Vieira, tal como nas suas outras obras, tem a capacidade de colocar algum humor no texto, o que acaba por “colar-nos” mais facilmente à história e fazer “voar” o nosso Pensamento.

Leonor d’Almeida, 8ºB, AGEPM Aluna selecionada para a Fase Interconcelhia do Concurso Nacional de Leitura

Imagem de capa: Cortesia de Leya

Related Posts

Deixa um Comentário

Este site usa cookies para melhorar a tua experiência. Esperamos que não tenhas problema com isso, podes sempre fazer opt-out. Aceitar Ler mais

Privacidade & Política de Cookies