Refugiados e Requerentes de asilo em Portugal – Palestra com o Ensino Secundário

por M Isabel Rodriguez
1147 visualizações

Na manhã do dia 31 de março, diversos alunos do Ensino Secundário da escola Arco-Íris reuniram-se na igreja do Cristo Rei da Portela para assistir a uma palestra com o tema “Refugiados e requerentes de asilo em Portugal”, apresentada pela enfermeira Sílvia Gonçalves, coordenadora da UCC de Sacavém.

Após uma breve mas sentida introdução feita pelo professor Nuno Reis, em que o mesmo apresenta os convidados – a enfermeira Sílvia e Bun, o seu colega de mesa, amigo e um jovem refugiado que atualmente vive em Portugal- a enfermeira Sílvia começou a sessão com a visualização de um vídeo das Nações Unidas. Nele, falou-se sobre a complicada situação em que se encontram milhares de pessoas refugiadas, oriundas de diversos países africanos, na procura de melhores condições de vida na Europa e Américas. Após o vídeo, a enfermeira referiu a situação que está atualmente a ser vivida na Ucrânia, comparando-a ás situações apresentadas no vídeo e explicando porque não são as mesmas.

A palestra prosseguiu e Sílvia Gonçalves falou sobre as dificuldades dos grupos de refugiados na sua chegada à Europa, referindo as terríveis condições dos campos de refugiados europeus, onde os seus residentes são obrigados a dormir em tendas, com comida escassa, e pouca água potável. “Chegar à Europa não é o final feliz, é outro inferno”- explicou.

A enfermeira falou também sobre os longos processos de acolhimento de refugiados, onde primeiramente se realizam análises da situação médica – física e psicológica – de cada pessoa, e posteriormente, se auxilia as mesmas de acordo com as suas necessidades. A enfermeira Sílvia lembra que, devido ás dificuldades económicas pelas quais estes refugiados passam, são extremamente importantes as doações feitas. “Uma pasta de dentes ou um desodorizante faz muita diferença”- relembrou a enfermeira.

Posteriormente, os alunos visionaram um terceiro vídeo, este sobre a equipa de apoio aos refugiados de Sacavém, da qual a enfermeira Sílvia faz parte.

Uma secção de Q&A (Questions & Answers) seguiu-se, onde os alunos questionaram a enfermeira Sílvia sobre a sua carreira, o trabalho diário que emprega e as dificuldades que encontra no mesmo. Também Bun respondeu a algumas perguntas dos alunos, nomeadamente sobre quais eram os seus planos para o futuro, como é que tinha sido o seu processo de adaptação até chegar a Portugal e depois de cá ter chegado, e algumas coisas que o poderiam ter ajudado na sua travessia até cá.

A manhã terminou em grande com a adaptação poética da música “Imagine” de John Lennon do professor de filosofia Joaquim Marques.

Related Posts

Deixa um Comentário

Este site usa cookies para melhorar a tua experiência. Esperamos que não tenhas problema com isso, podes sempre fazer opt-out. Aceitar Ler mais

Privacidade & Política de Cookies